Twilight is great, but… e a maçã?

segunda-feira 22 dezembro 2008 às 04:05 am | Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

No último sábado, dia 20 de dezembro, quando fui ao UCI assistir a Twilight, eu já estava a par de quase toda a história de Stephenie Meyer (li o livro até a metade, e infelizmente não tive tempo de terminá-lo até ir ao cinema); mas o que eu não imaginava era a repercussão da trama entre os adolescentes.

Imaginem a cena, se não já a presenciaram: adolescentes histéricas gritando ao menor sinal de Edward (Robert Pattinson), o “vampiro-mocinho” da história, que se apaixona por Bella (Kristen Stewart).

Mas, permitamos, que vale quase tudo para viver as euforias da juventude; inclusive gritar por heróis do cinema ou dos livros. E querem saber? Achei divertido a lot.

O filme é maravilhoso, consegue ser ao mesmo tempo forte e delicado. Retrata a insegurança da juventude, as primeiras emoções de um relacionamento amoroso, as dificuldades no relacionamento entre pais e filhos e, é claro, a rixa entre famílias de vampiros e lobisomens.

Quem disser que Twilight é uma traminha ridícula de primeiro amor, é porque certamente nunca teve um desses… ou não conseguiu vivê-lo. Se o seu problema é com a fama e o prestígio do filme, saiba que nem tudo de bom está no underground. Sabe aqueles tesouros que você encontra nas prateleiras de supermercado? É, podem te surpreender.

Só uma coisa ficou sem resposta na minha cabeça… onde é que entra a maçã?

Anúncios

deutsche Sprache?!

segunda-feira 15 dezembro 2008 às 04:39 am | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Minha biblioteca interna está se transformando, realmente, naquela que era meu sonho de consumo há algum tempo atrás. Para vocês entenderem: eu estou aprendendo quase tudo que sonho em aprender.

Acabo de passar por um semestre maravilhoso no Curso de Letras, incluindo meu segundo semestre da habilitação em Inglês, na Casa de Cultura Britânica e uma disciplina de Cultura Portuguesa, que me deixou mais ansiosa ainda por conhecer as terras lusitanas.

Pois bem, não satisfeita; quero aprender alemão. É um sonho novo, de uns dois ou três anos, e agora, depois de ter enfrentado uma espécie de vestibular, serei aluna da Casa de Cultura Alemã da UFC.

Antes que alguém me encha com clichês como: “Caramba, alemão é muito difícil, e quem é que fala isso além dos alemães? Por que você não escolheu espanhol?” (blerg!), engula esses dois biscoitinhos:

1) A língua alemã é a língua com o maior número de falantes na União Européia;

2) O alemão é a quarta língua estrangeira mais popular no mundo e a terceira na Europa (perde pro meu marido inglês, é claro; e para o francês).

Fonte: Santa Wikipedia.

Me apaixonei pelo alemão e pronto. Força na garganta, e vamos ver se o namoro dá certo.

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.